Zan Perrion e a Sedução Iluminada - Parte 7: Na prática - Primeiro Encontro

Faaala galera, aqui vai mais um tópico sobre o Zan e sua filosofia! Desta vez, mais um artigo prático, mostrando uma maneira de pensar, num primeiro encontro, que poderá te diferenciar dos outros. Aproveitem!
Zan Perrion há anos atrás resolveu fazer uma experiência com alguns casais. Ele selecionou pessoas que não se conheciam para terem encontros às escuras e ditou algumas regras para o teste:
  • Durante a conversa, o primeiro assunto deveria ser sobre sua infância. Mas mais especificamente sobre um mico. Ele teria que perguntar, por exemplo, se a garota passou por algum mico na infância. Ambos contam uma história, dão risadas, compartilham e etc.
  • Depois deste assunto, trocar para algo parecido. A regra é quase a mesma, mas eles devem conversar sobre algo assustador de suas infâncias. Algo que ficou marcado com medo. Coisas de criança mesmo.
  • Falar, por último, sobre seus pais e como se sentiriam se os perdessem.
Zan diz que os resultados foram imensos. Diz que os casais relataram ter sentido uma emoção muito forte entre os dois, como se eles se conhecessem ha uns 10 anos! Alguns até chegaram a se casar.
O que acontece aqui, é que, no caso, os casais nunca se conheciam e se sentiram “magicamente” conectados. O que muitos não sabem é que a infância de todos tem características parecidas. Todos são curiosos. Todos são levados, mesmo que lá no fundo. Todos querem descobrir a vida e, para isso, levam sustos, pagam micos, ganham muitas experiências.
Os homens de hoje não estão preocupados com isto. Eles apenas se preocupam em “o que devo dizer para ela gostar de mim e namorar comigo?” e é ESTE pensamento que está acabando com os relacionamentos destes dias de hoje.
O que será que ela gostaria de ouvir?
Como será que eu devo agir?
Devo me portar como um homem elegante ou mais “soltão vida boa”?!
Os homens se preocupam tanto em agradar a mulher que está na frente deles, que se esquecem de fazer o principal, que é se conectar com ela! Como você quer agradar e esperar algo em troca, se ela não te conhece e você não conhece ela. Como querer um carinho dela, sendo que vocês não se conectaram?
Se imagine agora numa linda mesa de uma linda padaria, tomando um café, por volta das 16h, com uma mulher bem interessante fisicamente. Vocês estão lá sentados, e antes do primeiro minuto vem aquele silêncio vazio. Vocês não sabem o que falar um para o outro. Então ela começa a falar coisas nada a ver, depois percebe o próprio erro e começa a te lançar elogios. “nossa você é muito bonito, trabalhador, gostei do seu cabelo” e o negócio não “rola”… Você sente que ela está interessada, mas por algum motivo, não acontece o que deveria acontecer. Você não sabe o que falar, então começa a reclamar da vida, do trabalho, da faculdade. Ela ouve e te acha um tédio, assim como você a acha sem graça. O que será que acontece aí, que pega muitos casais?
Os homens se esqueceram que o assunto mais interessante para conversar com elas, é nada mais, nada menos que ELAS mesmas. Elas só querem alguém para se conectar. A conexão é feita por duas pessoas que se conhecem. Por duas pessoas que se descobrem aos poucos os detalhes, defeitos e qualidades um do outro. Isso é se conectar.
Explicando o teste de Zan Perrion, deu pra ver que ele fez nada mais nada menos que forçar duas pessoas a se conhecerem sem perceber. Quando falavam sobre a infância, eles compartilhavam coisas em comum.Mas por que? Toda criança tem uma infância com características parecidas. Todos nós um dia fomos curiosos, destemidos, levados, mesmo que lá no fundo de nosso ser e todos nós, com isso tudo, pagamos micos, pasamos por medos e coisas do tipo. É o ciclo natural da vida.
Quando uma mulher fala sobre sua infância, ela libera coisas que fazem parte da personalidade dela. E isto, pode ser usado, para você conversar com ela. O melhor assunto para uma conversa a dois, é sobre ELA.
Aprendam isso. Vocês realmente querem perder tempo inventando histórias de valor para atuarem uma imagem de alguém “alfa”? Querem mesmo saber “quem mente mais, se é um homem ou mulher”? Ou querem conhecer a pessoa e se conectar com ela? Você não ama as mulheres? Então porque está subindo seu valor, ao invés de dar e compartilhar um bom momento a elas?
Dicas do Zan:
Zan gostava de, no meio da conversa, do nada, interromper a garota e falar algo como “nossa, peraí! Tenho que te interromper um pouco. É que até agora, o que eu mais gosto de você é isso isso e isso (seja verdadeiro)!” Ambos riam, e ela continuava a falar.
Um sedutor de verdade não tem medo de demonstrar interesse logo de cara. Ele sabe que elas amam a sinceridade.
Zan nos alerta sobre uma coisa: Muitas vezes acontece de um cara querer passar uma imagem madura, séria e concluída sobre ele para a mulher. O que ele percebeu é que no primeiro encontro, parecer sério, maduro demais e etc é chato. A mulher já teve um dia estressante de trabalho/estudo e não quer passar mais horas de seriedade. Ela quer se divertir. Lembre-se: “seja o que ela não costuma ter no dia: Alegria, ânimo, descontração e relaxamento” Não é para ser um palhaço, mas sim para se encantar pelo momento. Se encantar pelo fato de estar compartilhando momentos e histórias com uma linda mulher.
Uma ótima coisa é quando ela solta “não acredito que estou te dizendo isso. Nunca disse isso pra ninguém!”
Acredite, uma mulher quer algo diferente do que todo mundo faz. Seus assuntos nunca acabarão se souberem se conectar com elas de forma sincera e interessada.
Se não conseguiram absorver os por quês, apenas façam o teste e sintam isto na prática. O Zan não sai falando coisas a toa.
Espero que tenham gostado deste artigo! Tem mais coisa por vir. Fiquem ligados, curtam nossa página no face (canto direito) e nos sigam por email (canto direito) para ficarem informados sobre os lançamentos de mais artigos!
Abração!
Créditos: Lohan, Base dos Naturais