10 Coisas que te impedem de ter a garota!

Estas são 10 inações comuns que podem lhe impedir de ter a garota. Fique atento se não está cometendo uma destas gafes.



#1) Ela te olha, mas você não retribui o olhar por não ter certeza que é para você.

Desde já, você deve decidir se quer ser um lobo ou uma ovelhinha.

Se você passa por um lobo, pode ter a certeza de que ele não vai brincar de bonecas com você. Olhe na direção dele e ele não vai querer saber se o olhar é mesmo para ele, ou para a árvore detrás.

Olhou, virou presa!

#2) Você olhou e gostou dela, mas não aborda porque ainda está planejando o que lhe falar.

Qualquer sequência de diálogo que você possa formular em sua cabeça vai se desmantelar logo que pular de cara na interação. Relações sociais humanas são orgânicas. Cada qual é uma aventura diferente.

Cedo ou tarde, você vai ter que aprender a misturar-se ao caos das dinâmicas sociais e surfar na onda de fascínio da garota.

#3) Você aborda, mas fica muito tempo sem demonstrar seu interesse.

Talvez você pense que o simples fato de ter chegado na garota é o suficiente para ela saber o que você quer.

Mas entenda isto, nas relações sociais, homens atendem mais à lógica e mulheres guiam-se mais por pistas emocionais.

Se você fez tudo certo, após a quebra de tensão, provavelmente, vão os dois estabelecer uma zona de conforto - e é aí que vai se manter se não fizer nada. É seu papel agora direcionar novamente a interação demonstrando o que você quer.

#4) Demonstra seu interesse, mas não escala fisicamente.

Se você abre o show à campeão, deve fechar à campeão.

Você quebrou o gelo, chamou a atenção e atraiu o interesse. Hora de despertar o desejo!

Não espere que a garota pule no seu colo só por estar interessada. Ainda cabe a você prosseguir com a liderança situacional.

Peça a mão e queira o braço.

Tenha o braço e vá ao ombro.

Ganhe o ombro e busque o pescoço.

Acarinhando o pescoço, beije a boca!

#5) Beija a garota, mas não pega o contato.

Vocês estão aos beijos e carícias, mas, logo, logo, vai chegar a hora de um dos dois partir.

Se puder sair com a garota nos braços dali mesmo, ótimo. Mas, em grande parte dos casos, vocês terão de continuar a aventura noutra ocasião.

Não espere a última hora para pedir-lhe o contato - o telefone vai parecer um prêmio e algum obstáculo pode também entrar no caminho. Torne isto natural! Sugira a troca de contato enquanto a interação ainda está quente.

Não fique por whatsapp e facebook, seja mais pessoal e pegue-lhe o número de telefone.

#6) Pega o telefone, mas não liga.

No dia seguinte, ainda com o sabor dela nos lábios, surge uma idéia genial:

- Por que não espero 4 dias antes de ligar-lhe, p'ra me fazer de de difícil?

Larga os jogos!

Se tudo correu bem, ela vai adorar sua ligação no dia seguinte. Não dê chances a outro marmanjo de lhe roubar a garota enquanto você se põe a não querer "parecer desesperado".

#7) Liga, mas não marca nada.

Se você quer apenas ser o amiguinho que ouve-lhe as mazelas, perfeito, caso contrário, não se torne o colchão emocional da garota.

Grave isto em sua mente:

Você ensina às pessoas como devem te tratar.

Use o telefone como ponte para se encontrarem pessoalmente.

#8) Marca uma saída, mas como amigo.

Quando você marca algo, deixe claro a natureza do encontro. Se não fizer isto, não se surpreenda se a garota levar uma galera junto. Porém, se você deixou claro como cristal e, ainda assim, ela levou uma amiga como vela, sinta-se a vontade de trocar o alvo caso a amiga valha mais a pena.

#9) Vai ao encontro, mas não leva para casa.

Adivinhe! Você também é responsável pela logística!

Ainda que os amassos dentro do cinema estejam quentes, se vocês não querem acabar no Youtube, vão ter de arranjar um quarto.

A garota não vai se fazer convidada à tua casa. Se deixar nas mãos dela, ainda vão ser muitos encontros sem nenhuma brincadeira.

Leve-a para ver o "aquário" que tem no seu quarto.

#10) Leva para casa, mas não brincam de papai e mamãe.

Uma amiga minha contou-me um caso interessante.

Arranjou um amor de carnaval em Salvador e estava adorando. O individuo ainda pagou-lhe hotel para ficar mais um dia na cidade, mas eis o que aconteceu:

Em plena fervura de Afrodite dentro do quarto, o sujeito resolve encarnar Don Juan e lhe diz:

- Vamos ver o por-do-sol?

Ela contou-me que na hora pensou: "Pô! Você já me tem no quarto e quer sair para ver a porra do por-do-sol?!", mas disse:

- Claro, nino. Vai ser lindo.

Esta inação é ambígua. O sucesso da interação não é definido por haver sexo ou não. Isto não é um prêmio, mas algo que partilham juntos.

A questão proposta aqui é se você está se esquivando da intimidade por medo de manchar sua auto-imagem. O clima dos dois vai sugerir qual é a situação assim que você estiver nela.

Seja um Lobo!


- Ivan Fresh Princer