CONHECENDO MULHERES DURANTE O DIA

Conhecendo mulheres em situações cotidianas – Metrô, Rua, Fila de Banco.

Estava pensando que sedução é igual administrar a sua grana… É preciso investir quando se tem dinheiro, para ter algo guardado quando a situação apertar. Veja: hoje estou namorando, na zona de conforto, mas e vai que… (igual aquele comercial de seguro)… Se a  gente termina amanhã, eu não quero estar fora de forma.
Por isto, embora “escalado no time principal”, cultivo o hábito de abordar e interagir com mulheres, seduzir, flertar, em qualquer ocasião em que meu tesão determine. Não importa onde. Como não vou muito para boates atualmente – ao menos não estando desacompanhado – descobri que posso encontrar e seduzir mulheres em qualquer hora e qualquer lugar. E o melhor, sem pagar entrada…

A única regra é: quando sentir tesão por uma mulher, vá lá falar com ela. Nunca desperdice uma oportunidade. Vá até o fim. O que vai falar? Não importa muito, desde que fale o que vier à cabeça, desde que não seja negativo ou ofensivo.

Sempre insisto com os meus clientes de Coaching que treinem ganchos conversacionais, saibam extrair de qualquer situação uma conversa.  Isto continua sendo verdadeiro, mas… E quando aquele avião de mulher passa por mim a 100 km/hora no meio da rua, quando estou indo para o trabalho, às 9 da manhã, mexendo com meu tesão… E eu, cheio de sono, sem nenhuma idéia criativa na cabeça, nenhum assunto comum, nenhum pretexto, nada… O que eu faço?
Nestas horas, costumo dizer que o que salva é ser direto e honesto. Chego até a gaja e falo, por exemplo: “Putz, eu não tenho idéia do que falar, mas não ia deixar você passar por mim sem falar com você. Prazer… Não sei bem o que em você mexeu comigo, mas vim aqui descobrir…
Pronto! Tô no jogo. Fui sincero, disse o que veio à cabeça. A forma mais fácil, prática e rápida de abordar uma mulher é sendo direto. Se ela gostar, tô dentro. Senão, eu passo rapidamente para a próxima.
Geralmente esta sinceridade arranca um sorriso e a curiosidade do que farei e direi em seguida.
Ser direto não quer dizer que se fui sincero e ela vai querer trepar comigo no carro, num estalar de dedos. Não é mágica. Quer dizer apenas que não perco meu tempo nem o dela fazendo rodeios e vou direto ao ponto. E ela admira minha atitude.
E o que digo em seguida? Escaneio a mulher e busco algo interessante para falar com ela além da beleza. Ela sabe que to interessado nela, mas procuro descobrir algo além da beleza que possa valorizar. Nestas horas vale supor que ela faz alguma coisa interessante, mesmo sem ter a menor idéia… É só uma brincadeira, uma aposta…
“Você faz yoga?” Pergunto curioso. Eu adoro yoga, e se ela gostar vai dar caldo, assunto para uma hora. Ou poderia ser… “você faz dança de salão/ dança do ventre/ muay thai/ é violonista/ acrobata/ surfista/ halterofilista/ roqueira? (….)” suponho que ela é ou faz qualquer coisa que eu acharia interessante numa mulher.
Se ela disser “advogada” ou qualquer coisa diferente, me mostro levemente desapontado e digo “Ok, mas você anda ou age como uma yogui, eu sei por que eu faço yoga… Você leva jeito, deveria tentar… É super divertido aquela posição de yoga, já ouviu falar da flor de lótus da aranha (estou inventando)”.
Pode ser que ela ria e aí posso perguntar qualquer coisa, como o que é divertido em ser advogada, ou o que ela faz de divertido além de levantar uma tonelada de Códigos.
O fundamental é puxar o assunto para a nossa praia comum, para uma praia que ambos freqüentem. Se a “praia” ou afinidade é Yoga, vou me agarrar a este terreno comum até encontrar outra praia interessante para mim e que ela curta: música, esportes, noitadas, espiritualidade, astrologia, viagens, gastronomia…
(esta é a minha lista pessoal, você deve ter a sua lista de coisas que te dão tesão conversar e fazer, além de sexo e se masturbar)
Outra forma de chegar em qualquer mulher no meio da rua, se você não curte muito o jogo direto ou quer fazer algo diferente, é usar um roteiro. Eu tenho alguns na manga, quando não quero ser direto e não vem nenhum gancho na cabeça. Crie os seus. Um que sempre funciona para parar uma mulher no meio da rua é…
“Hey, pode me dar uma informação?”
Ela: “Sim”
“Achei seu jeito de andar exótico, fiquei com vontade de te conhecer melhor… tô com pressa, mas não pude deixar de falar com você. O que faz para se divertir? Eu faço Muay Thai. E você?

Importante é sempre emendar a abordagem direta numa pergunta que dê um caldo de conversa, e falar um pouco de mim, para que ela tenha algo em cima do que comentar.
Essa é uma variante do jogo direto, mas pedir uma informação faz qualquer mulher parar para falar comigo. Algumas caem fora quando percebem a “armadilha”, mas a maioria abre um sorriso. Nem sempre funciona, mas é ideal para parar uma mulher avião que vem em minha direção em alta velocidade ou passou por mim.
Mas a forma mais natural é sempre aquela em que estou na fila do banco, ou no metrô, ou no sinal, e faço simplesmente algum comentário casual sobre o que está ocorrendo naquele momento, como se a conhecesse há muito tempo… Sem demonstrar interesse de cara.
(No metrô, sentado do lado de uma gata escutando música no ipod) “Tá escutando o que aí? Eu tô precisando ouvir algo diferente para me inspirar hoje”
(Na fila do banco) “Adoro fila do banco, porque fico colocando em prática as meditações que aprendi na yoga. E você, tem alguma técnica para passar o tempo?
(No sinal de trânsito) “Nossa! Segunda de manhã para mim é sempre um drama… Você tá com uma cara tão boa… Como você consegue, me ensina…
O segredo é falar com ela como se a conhecesse, falando o que vem à cabeça. Trate-a como a um colega que não vê há um tempo e com quem acabou de esbarrar.
Em resumo; Você deve sempre tratar de falar algo, qualquer coisa, com a mulher que te dê tesão em qualquer lugar: seja na rua, no alto da catedral de São Pedro no Vaticano, no metrô, onde quer que sua bússola do tesão indique.  Não perca uma oportunidade, você perde 100% das coisas que não tenta. Abordar fará você aprender e se tornar melhor, a cada nova abordagem. Então, relaxe, siga seu tesão e faça sua parte…
Mais um tópico de ouro escrito agora pelo Dionísio